061 983110618

NO AR

AMOR SEM FRONTEIRA

www.amorsemfronteira.org

POR QUÊ OUVIR MÚSICA?


POR QUE OUVIR MÚSICA ?



O cérebro responde de forma automática

                                       

                               Quando as ondas da música penetram nos nossos ouvidos, automaticamente o cérebro responde seguindo o ritmo do som. Se for alegre, sentiremos a necessidade de mexer o corpo; nos ativaremos e o astral se elevará.O mesmo acontece com a música relaxante e clássica, que é captada pelo ouvido e transformada pelo cérebro em sensações de paz, sedação, desativação, sempre que formos capazes de nos centrar exclusivamente no que estivermos escutando.

Diferentes estudos realizados no Massachusetts General Hospital (Hospital Geral de Massachusetts) e em diversos hospitais de Hong Kong, nos dizem que as pessoas que ouviam música diariamente durante uns 20 ou 30 minutos, tinham a pressão mais baixa, comparadas com aquelas pessoas que não a ouviam.

As batidas do coração sincronizam-se ao ritmo da música. Foi demonstrado que, com ondas rápidas, o coração se acelera e ante um ritmo lento, os batimentos cardíacos diminuem.

Ao ouvir uma música triste com mensagens dramáticas, o cérebro a transforma em tristeza, frustração, desânimo, apatia, melancolia, etc. Tudo depende das experiências atuais ou das que tenhamos atravessado, que serão vinculadas com o que estivermos ouvindo, e a partir daí se produzirá uma resposta ou outra.

Nem sempre é negativo escutar canções tristes, às vezes servem como aprendizado ou despedida; bem usadas, servem para encerrar etapas e conscientizar-nos dos erros cometidos.

Se as experiências negativas que tivemos foram superadas, não nos prejudicarão, e poderemos ouvir este tipo de canções como uma lição aprendida, como um canto . Se for realizado com moderação e aceitação, nem sempre será negativo.

E não somente ouvir a música produz efeitos muito positivos nas pessoas; se também cantarmos, estaremos duplicando os efeitos benéficos.

Se tiverem vontade, convidamos vocês a compartilhar as canções que os ajudarão a enfrentar os momentos mais difíceis, as que farão seus corpos vibrarem e as que levantarão o seu astral. Vocês se animam a experimentar os efeitos positivos da música

A mente muda depois de escutarmos uma música, por isso ela pode chegar a ser uma ótima ferramenta para melhorar o estado emocional, é claro que, sempre que seja ouvido o som apropriado para cada estado de ânimo.

Portanto, desfrute e aproveite ao máximo o poderoso efeito da música em nossas vidas. Como disse Nietzsche, “sem a música a vida seria um erro”.

Diz um antigo ditado que “a música amansa as feras”, e tem um efeito poderoso sobre nós. Você está andando na rua, imerso em seus problemas cotidianos e de repente ouve uma MÚSICA; poucos acordes são suficientes para iniciar uma viagem no tempo e trazer ao presente lembranças já esquecidas. Uma melodia simples é capaz de despertar suas emoções, trazer um sorriso para o seu rosto e esquecer por alguns momentos as preocupações do dia a dia.

Oscar Wilde disse que: “a arte da música é a que mais se aproxima das lágrimas e das recordações”. A música não é um recurso que deve ser usado apenas para despertar nossos sentimentos, mas também para promover a aprendizagem e melhorar a memória. Estas conclusões são o resultado de vários estudos que pesquisadores do mundo todo fizeram a respeito do efeito que a música exerce sobre nós.

A música é um recurso muito proveitoso

Uma pesquisa recente realizada pela Alluri demonstrou que a música ativa grandes áreas do nosso cérebro. Quando ouvimos uma música, as áreas auditiva, límbica e motora são ativadas, independentemente do que ouvimos.

O compositor argentino Léon Gieco disse que “a música é uma coisa ampla, sem limites, sem fronteiras e sem bandeiras”. Essa universalidade faz com que a música seja utilizada como um recurso na aprendizagem de línguas estrangeiras. Chegou-se a essa conclusão depois de observar um grupo de pessoas que estudavam húngaro. A experiência revelou que os alunos que aprendiam esse idioma cantando as frases obtinham um melhor resultado. Esses estudos levaram os pesquisadores a considerarem que a música é um incentivo para o cérebro e melhora a nossa memória.

Música para viajar no tempo

Outra revelação científica confirma um fato que todos nós já conhecemos. Para viajar no tempo, especialmente quando queremos evocar memórias da nossa adolescência, que é uma das fases mais marcantes da vida das pessoas, usamos a música. De acordo com os dados publicados pela Krumhansl & Zupnick, as músicas da nossa adolescência nos transportam no tempo imediatamente. Não é preciso ouvir nossa música favorita para iniciar essa viagem por nossa memória, mas basta ouvir as notas de qualquer música que associemos a essa fase da nossa vida.

A música tem efeitos muito positivos para a mente. Podemos aplicar a psicologia da música para melhorar o nosso estado emocional.

A música tem efeitos muito positivos para a mente. Podemos aplicar a psicologia da música para melhorar o nosso estado emocional.

A mente muda depois de escutarmos uma música, por isso ela pode chegar a ser uma ótima ferramenta para melhorar o estado emocional, é claro que, sempre que seja ouvido o som apropriado para cada estado de ânimo.

O que ouvir quando estamos tristes?

Todos sabemos que quando estamos tristes e decaídos, a melhor coisa seria ouvir música alegre ou canções com uma letra positiva, que nos anime, mas apesar de ser algo óbvio, muitas pessoas caem nessa de ouvir músicas dramáticas, tristes e negativas.

Eu me atreveria a dizer que todo mundo alguma vez, em algum dia triste, em vez de colocar um CD com músicas positivas, preferiu escutar canções mais pessimistas, tristes e dramáticas disponíveis na indústria da música.

Por que será que isso acontece? Porque nos deixamos levar pelo subconsciente. Quando estamos tristes, a mente quer uma maior dose de pessimismo, solicita música que esteja em sintonia com seu ESTADO MENTAL. Não ativamos a razão e somos influenciados pelos desejos do corpo.

Se ao contrário, você colocar uma música que considera que poderia ajudá-lo, conseguirá desfazer esses padrões pouco saudáveis. Se você estiver deprimido e triste, não se abata ainda mais. Não sejamos masoquistas e escolhamos em cada momento o que pode nos ajudar a melhorar as nossas emoções.

O que ouvir quando estamos contentes?

Quando estamos contentes, naturalmente vamos querer ouvir músicas alegres, animadas e positivas. Aqui o subconsciente nos leva a fazer isso sem a necessidade de ativar a razão.

Este tipo de música nos induzirá a manter e inclusive a aumentar a alegria e motivação que temos. Também pode acontecer que como nos sentimos bem, a nossa razão nos convença de que nada ruim acontecerá se ouvirmos canções tristes porque estamos contentes.

Se as coisas vão bem e estamos felizes, não acontecerá nada se ouvirmos canções tristes, mas sempre que seja com moderação e acabemos, como toque final, ouvindo algo mais energizante e esperançoso. Uma canção triste e negativa sempre diminuirá a nossa alegria e motivação.Quando estivermos com um bom estado emocional e muito alegres, quase não vamos perceber que a alegria diminui ao ouvir músicas dramáticas, pois a balança vai pender para o lado das coisas boas da vida, mas se as coisas não vão bem e o seu positivismo está desmoronando, o que você vai conseguir ouvindo músicas tristes será ainda mais DEPRESSIVA.

                    Essa forma de PAZ é um tipo de droga saudável e muitas pessoas não vivem sem ela. Ouvem música desde que se levantam até a hora de dormir para se sentirem mais alegres e animadas. Como isso é possível? Quando ouvimos uma música agradável, nosso cérebro libera uma substância chamada “dopamina”. Ativa também outras “glândulas da felicidade”, que são estimuladas quando comemos algo que gostamos ou temos relações sexuais. Segundo Krumhansl, “a música transmitida de geração em geração forma as nossas memórias autobiográficas, preferências e reações emocionais”, um fenômeno que chamamos de choque de reminiscência. Estas novas descobertas mostram a influência da música na INFÂNCIA.

Quando você ouve uma música que gosta, o seu cérebro libera uma substância chamada dopamina, que age como neurotransmissor e te faz se sentir bem, reduzindo o estresse e ansiedade.

E esses efeitos já foram testados cientificamente! Em um ESTUDO , por exemplo, os pesquisadores estudaram os efeitos da música em pacientes que estavam se recuperando de uma cirurgia.Parte deles foi submetida a um tratamento com remédios para ansiedade, já outra parcela deles apenas escutou músicas pré-selecionadas.

No final do estudo, foi constatado que os pacientes que foram submetidos à música experimentaram menos ansiedade do que aqueles que havia tomado remédios. Os níveis de cortisol – hormônio responsável pelo estresse - também foram menores.

Para trabalhar, prefira instrumentais.
Não é toda a música que pode te ajudar a trabalhar melhor. Pesquisas indicam que músicas que possuem letras podem reduzir sua performance mental. Em contrapartida, trilhas instrumentais podem dar um salto na sua produtividadeESTUDO  também apontaram que o quanto mais vozes você ouvir na trilha, menos produtivo você será. 

A música melhora sua performance física.
Escutar músicas motivacionais enquanto se exercita pode te ajudar a reduzir o tédio e melhorar a qualidade do seu treino.

De acordo com um ESTUDO realizado pelo psicologista especializado em esportes Costas Karageorghis, uma das maneiras que a música aprimora suas atividades físicas é aumentando sua capacidade de se exercitar por mais tempo e com mais intensidade.






MÚSICA PODE TE AJUDAR

De acordo com o neurocientista e autor do livro “This Is Your Bain on Music”, a música pode tornar tarefas repetitivas mais agradáveis e aumentar a sua concentração.

Música melhora seu foco
Não só um, mas ESTUDO  descobriram que certas as regiões do nosso cérebro responsáveis por fortes emoção e concentração são mais ativas quando nós ouvimos uma trilha sonora familiar.

Em contrapartida, músicas desconhecidas não possuem o mesmo efeito e podem até mesmo te distrair!

Ouvir músicas entre uma tarefa pode ser o ideal
Conforme já vimos, ouvir música enquanto trabalha pode ter efeitos positivos e negativos na sua performance.

Entretanto, um ESTUDO realizado com estudantes mostrou que, caso fossem ouvidas durante breves momentos de descanso, a exposição à música aumentava significativamente a capacidade de concentração dos jovens. Assim, eles conseguiam permanecer concentrados em textos longos e densos com mais facilidade. 

Que tipos de músicas você deveria escutar?
O tipo de música que você irá escutar é extremamente importante para ajudar a melhorar sua performance. Entretanto, é preciso considerar alguns fatores:

• Quantas letras a música possuí;
• Se você já está familiarizado com a música;
• O quão repetitiva é a tarefa que você irá fazer enquanto ouve;
• Se você irá se engajar em uma atividade física ou mental.

Se você irá ler um livro, por exemplo, é recomendável ouvir uma música ambiente - ou até mesmo clássica.  Agora, se você for correr, talvez seja uma boa ideia optar por rock ou até mesmo música pop.






.

compartilhe o site e SEMPRE NOS visite. FAÇA CONTATO CONOSCO.

55 061 98311 0618

Visitas: 46531
Usuários Online: 6
Copyright (c) 2019 - AMOR SEM FRONTEIRA - Escute nossa programação todo dia.